Top Tennis

350 figuras, ilustrações e gráficos

169 páginas de alta qualidade

Texto de fácil assimilação

Totalmente colorido

Conteúdo do Site

Pesquisa


Untitled Document

 

Total de Dicas postadas: 527

Data: 11-01-2020

Número: 1022

As Dicas de hoje são o meu presente com algumas informações para ajudar atletas a entrarem mais rápido no seleto grupo dos “top ten” do mundo.
            Se você já deu sorte de estar sendo muito bem patrocinado e também por contar com um excelente treinador, como em tudo na vida sempre precisamos de alguma “ajuda adicional”, estou apenas mandando esta pequena contribuição para fazê-lo chegar mais rápido ao topo do tênis internacional, como você bem o merece, por conta de sua reconhecida determinação em atingir seu objetivo.
            Aliás, o esforço de dedicação, para quem entende como é o caminho para se chegar lá, é a chave mestra para se conseguir atingir o alvo desejado. Daí que, ao percebê-lo e observá-lo, tenho consciência de que você merece não só a minha pequena contribuição, como também a de todos os estudiosos interessados no desenvolvimento de nosso esporte, enviando-lhe as mais diversas e cabíveis mensagens para ajudá-lo em seu propósito de chegar a Número 1 do Mundo.
            E agora vão, a seguir, alguns de meus modestos comentários para ajudá-lo e atingir seu objetivo.
            Num jogo de Master 1000, você deve das curtas em momentos não apropriados. Também quando for sacar no 5/5 você não deve começar o “game” errando uma curta. Você acabará perdendo aquele “game” porque botou pressão em cima de si mesmo, ao iniciar seu saque arriscando uma curta, um golpe que só lhe dá 20% de chance de ganhar o ponto (veja em meu livro Top Tennis, item 6.21, pag117), onde explico que só se deve dar curta quando se estiver ganhando o saque por 40x0 ou no máximo 40x15, situação que significa que você estará com folga suficiente no placar para poder arriscar uma curta. Se for no saque adversário você pode arriscar curtas em qualquer momento, porque não tem nada a perder, já que é difícil quebrar o saque adversário.
            Em outro determinado momento do jogo você errou um voleio porque cometeu alguns erros técnicos nesse movimento. O primeiro deles é quando você chegou correndo para volear a bola, e não percebeu que ela estava abaixo do nível da rede e executou um “swinging volley”.
            No voleio de bola abaixo da rede jamais use o “swinging volley”, pois esse golpe normalmente só tem sucesso quando você o executa parado, porque o ponto de contato da raquete com a bola ocorre numa fração de segundo, já que sua raquete bate a bola com “spin”, e se você ainda estiver correndo isso dificultará bastante a efetivação do contato do centro das cordas de sua raquete com a bola.
            O local ideal para a execução do “swinging volley” é quando você está a uns dois metros atrás do “T” de seu lado da quadra e com a bola sendo golpeada na altura entre sua cintura e seus ombros.

            O mais correto naquele voleio de bola abaixo do nível da rede teria sido você o executar com ... (Continua nas Dicas da próxima semana) 

TAGS: 

Anterior - Próxima