Top Tennis

350 figuras, ilustrações e gráficos

169 páginas de alta qualidade

Texto de fácil assimilação

Totalmente colorido

Conteúdo do Site

Pesquisa


Untitled Document

 

Total de Dicas postadas: 507

Data: 20-07-2019

Número: 1002

 (Continuação das Dicas da semana passada) ...
Todos os atletas de Brasília lembram do incansável Carlos Eduardo Chabalgoiti. Enquanto os demais garotos se reuniam para conversar nas arquibancadas do clube, ele ia, um a um, convidando-os para treinar e foi com esse comportamento que Chabalgoiti se tornou bi-campeão mundial juvenil. Ele poderia ter chegado ao estrelato profissional, se não tivesse sido atrapalhado por injunções adversas à sua brilhante determinação.
A lição é, portanto, a seguinte: “Você pode ter dois metros de altura e fazer alguns “aces”, todavia o mais importante é ter uma alta performance de aproveitamento de primeiro saque, próxima dos 85%, e também um segundo saque agressivo e, principalmente, regular”. Um exemplo brasileiro disso foi a eficiência do segundo saque de Guga, que o elevou ao podium de número um do mundo, ajudado naturalmente pela regularidade de seus demais golpes.
Por falar em regularidade, lembro que em meus velhos tempos eu treinava contra devolvedores de bola e tentava ganhar devolvendo ainda mais que eles, embora essa não fosse a característica de meu jogo. Mas com isso eu me via em condições de alterar minha tática em função da necessidade de vencer determinadas disputas.
Finalizo relembrando que, nos dias de hoje, em que a tecnologia das raquetes elevou estupidamente a velocidade da bola, o primeiro saque deve ser efetuado com bastante “spin”, o que reduzirá um pouco a velocidade do saque, mas fará com que o efeito do “spin” atrapalhe bastante o sucesso da devolução do saque, além de continuar sendo completamente possível a execução de “aces”.

  

TAGS: 

Anterior - Próxima