Top Tennis

350 figuras, ilustrações e gráficos

169 páginas de alta qualidade

Texto de fácil assimilação

Totalmente colorido

Conteúdo do Site

Pesquisa


Untitled Document

 

Total de Dicas postadas: 527

Data: 25-01-2020

Número: 1024

                          “- OLHAR PARA A BOLA!”
            Dizer apenas para o aluno olhar para a bola não leva o atleta a minimizar seus erros de bater a bola fora do centro das cordas de sua raquete. 
            Normalmente se usa a frase “- Olha pra bola!” quando o tenista a golpeia acertando a bola fora do centro das cordas de sua raquete.
            Tal tipo de informação é insuficiente para explicar o motivo que levou o tenista a bater erradamente aquela bola.
            O que precisa ser explicado academicamente para o atleta é que cada uma de nossas vistas tem uma capacidade de enxergar próxima dos 150 graus de “amplitude visual”.
            Faça com suas vistas a seguinte experiência. Olhe somente para algo em sua frente e perceba como também estará vendo, não tão nitidamente, as outras coisas que se encontram próximas do ponto central em que estará direcionando sua visão.
            Vamos, então, por isso, estabelecer que temos dois distintos pontos de atenção de nossa visão ótica. Chamaremos o ponto central da atenção ótica de ponto de realidade real e o resto de dos pontos de sua “amplitude visual” o chamaremos de região de realidade virtual.
            Daí que, quanto mais a bola se aproxima de seu ponto de impacto com a raquete, mais é possível que não percebamos que deslocamos ligeiramente o centro de nossa atenção ótica, batendo a bola visualizando-a apenas parcialmente, num ponto de “realidade virtual”.
            Quando damos sorte de esse local de visão em realidade virtual combinar com o local de visão em realidade real, conseguimos bater a bola com o centro das cordas de nossa raquete. Mas quando, no último momento, quase na hora do impacto, a bola se desloca um pouquinho para um lado, fazendo com que a realidade realfique diferente da realidade virtual, aí você se verá surpreendido por um erro de seu golpe, por ter golpeado a bola fora do centro das cordas de sua raquete.
            Para minimizar seus erros provocados pela visão em realidade virtual procure executar praticamente todos os seus golpes cerca de 50 centímetros à frente de suas vistas, e isso o ajudará a focar sempre sua atenção na hora do impacto raquete/bola com sua visão em realidade real.
            Outra coisa que nos faz errar muito em acertar a bola com o centro das cordas de nossa raquete é a flexão e extensão de nossos joelhos nos golpes em que temos que correr muito rapidamente para alcançar e golpear a bola, isto também se justificando porque acabamos executando o golpe com a nossa visão em “realidade virtual.

    

TAGS: 

Anterior - Próxima