Top Tennis

350 figuras, ilustrações e gráficos

169 páginas de alta qualidade

Texto de fácil assimilação

Totalmente colorido

Conteúdo do Site

Pesquisa


Untitled Document

 

Total de Dicas postadas: 488

Data: 23-02-2019

Número: 985

 (Continuação das Dicas da semana passada) ...
            Os diferentes aspectos mentais de ambos os jogadores também merecem comentários. Enquanto Del Potro já se sentia muito satisfeito de ser no mínimo vice em seu primeiro Grand Slam, Federer se sentia e era visto pelo mundo como franco favorito naquele jogo. Por isso os seus diferentes comportamentos mentais ficaram bastante nítidos para a platéia. Ou seja, Del Potro jogava contra Federer batendo feito um louco sem nada a perder e ainda num dia em que a sorte estava ao seu lado, permitindo que praticamente todas as suas bolas caíssem perto da linha, mas sempre do lado de dentro da quadra. E do outro lado da quadra um Federer apenas querendo chegar ao hexa no US-OPEN, igualando-se em performance ao hexa da antiguidade obtido por Bill Tilden, mas espetacularmente com muito mais mérito, porque naquela época o vencedor do US-OPEN do ano anterior só precisava jogar a partida final para vencer mais uma etapa do US-OPEN. Era, portanto, muito mais fácil chegar a um hexa no passado, enquanto agora você tem que ganhar até de quem vem do “quali” para chegar ao topo de vencer o US-OPEN de cada novo ano.
            Parabéns também a ROGER FEDERER! Você continuará sendo a nossa maior estrela de toda a era tenística. Parabéns também por ter subido mais um degrau em sua vida, virando papai das gêmeas Charlene Riva e Myla Rose. E torcemos para que você continue se aperfeiçoando cada vez mais, mantendo-se como o grande referencial de recordes a serem copiados por toda a nossa imensa população tenística. 
            Finalizo estas Dicas fazendo aqui uma grande homenagem, em nome de todos os tenistas da face da terra, a outro GRANDE FENÔMENO de nosso esporte, o norte-americano JACK KRAMER, falecido em Los Angeles no dia 12 de setembro de 2009, aos 88 anos de idade.
            Tive o privilégio de receber de presente nos anos 60, das mãos do recente campeão de Wimbledon, BOB FALKEMBURG, suas quatro espetaculares raquetes peso “Heavy” da então famosa marca JACK KRAMER e com a ajuda delas consegui classificar-me como 5º melhor tenista do País no Campeonato Brasileiro de Adultos disputado na Bahia, após vencer meu grande amigo paulista, o especial tenista canhoto JAIRO LOUREIRO. Esse nosso nível de tenistas foi transformado na atual categoria de profissionais, após a criação da ATP.
            JACK KRAMER foi o verdadeiro fundador do tênis profissional porque ele é que começou a retirar do circuito amador os tenistas que se consagravam nos grandes torneios, levando-os a viajarem pelo mundo para fazer os primeiros torneios de exibição em que os atletas eram legalmente remunerados financeiramente. Digo legalmente, porque não obstante nós não pudéssemos ser remunerados nos torneios, quando nos convidavam para elevar o “status” dos grandes torneios sempre existia a perguntinha “Quanto é que você vai me dar por fora?”.
            Parabéns JACK KRAMER por ter deixado a marca de sua presença em sua ilustre passagem por esta terra, instituindo a profissionalização do tênis internacional.
 

    

TAGS: 

Anterior - Próxima